© 2019 por Lado A. 

Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte

ORQUESTRA SINFÔNICA DO RIO GRANDE DO NORTE

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte foi criada pelo do Decreto nº 6874 de março de 1976, assinado pelo então Governador Tarcísio Maia, através de iniciativa do, à época, Secretário de Educação e Cultura, Professor João Faustino, passando a pertencer aos quadros administrativos da mesma Secretaria.


O primeiro concerto foi realizado em 11 de março de 1977, e teve como maestro o pernambucano Mário Câncio Justo dos Santos, que organizou e regeu a orquestra por aproximadamente 10 anos. A orquestra começou com um quadro de 23 músicos efetivos, dos quais apenas cinco residiam na cidade do Natal, e executava um repertório barroco e camerístico.

O primeiro concurso público para ingresso na Orquestra Sinfônica aconteceu em 1988, na gestão do então Governador Geraldo Melo. Assim, a orquestra foi ampliada e passou a contar com 60 músicos. Nessa mesma época o violinista e professor Osvaldo D'Amore passou a ser o novo regente da orquestra, cargo no qual permaneceu por quase 20 anos.

Desde a sua fundação, a Orquestra Sinfônica contou com a colaboração de vários diretores administrativos. A primeira foi Zuleika Romano, que esteve no cargo durante todo o período do então maestro Mário Câncio. Posteriormente assumiram o cargo: Selma Sá, Diana Fontes, Olga Aranha, Deijair Borges, Candinha Bezerra, Gina Cavalcanti, Fidja Siqueira, Paulo Henrique de Lima (primeiro músico titular da OSRN a ocupar o cargo), Francisco José Alves, Maria das Dores, e atualmente Luis Antônio Paiva (primeiro músico titular da OSRN escolhido diretamente por seus pares).

Em 2007 assumiu como regente da Orquestra Sinfônica o Maestro André Muniz; em 2011 assumiu por um curto período o Regente Pe. Pedro Ferreira; e em setembro de 2012 assumiu o atual Maestro Linus Lerner. Na atual temporada de 2018, a OSRN executa um projeto com regentes e solistas convidados, nacionais e internacionais, o que proporciona um crescimento musical imensurável para os músicos integrantes da OSRN, já que cada profissional convidado compartilha com a Orquestra sua concepção musical, sua experiência artística e sua interpretação para cada obra executada.

Atualmente a Orquestra conta com 60 músicos que ensaiam diariamente na Cidade da Criança, sede atual da OSRN, e continua com todo afinco a realizar um trabalho tanto educativo com a formação de novas plateias, quanto de difusão da música de qualidade, seja ela erudita ou popular. Um trabalho de suma importância para o desenvolvimento cultural do Estado do Rio Grande do Norte.

1/4
 
 

MAESTRO LINUS LERNER 

Lerner é atualmente diretor artístico e maestro da SASO: Southern Arizona Symphony Orchestra (EUA); OSRN: Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (Brasil); o Festival Internacional de Música “Gramado in Concert” (Brasil); e o Festival da Ópera de San Luis e a Competição Internacional de Voz Linus Lerner (México). Ele também atua como condutor do Round Top Festival Hill (EUA). Algumas das posições anteriores incluem: Diretor Artístico e fundador do Festival de Ópera de Oaxaca (México); Faculdade para o Festival do Golfo (Itália); Coordenador Associado da Ópera de Ozarks, Orquestra Sinfônica Jovem de Tallahassee e da Filarmônica da Universidade do Arizona (EUA); Diretor artístico e maestro da Bayou City Performing Arts (EUA); Diretor artístico e maestro do Festival de Ópera do Pequim Concert Hall (China); Assistente de direção para a Arizona Opera, para a Florida State University Symphony Orchestra e Opera, e a Universidade do Arizona Symphony Orchestra (EUA).

Com a SASO, Lerner gravou recentemente um CD (lançado pela NAXOS) de concertos de viola de Amanda Harberg e Max Wolpert com o violista Internacional Brett Deubner e também um CD dos compositores contemporâneos de Tucson. Com o OSRN, ele prepara uma temporada de mais de 30 concertos, além de óperas, conduzindo audiências entusiastas e casas cheias. A orquestra gravou recentemente a música do compositor brasileiro Tonheca Dantas e sua “Carmina Burana” ganhou o título de “Melhor Performance do Ano”. Outros créditos de gravação incluem Quatro CDs com Coro de Homens Reveille e um CD com o Coral das Mulheres da Cidade de Houston.

O maestro Lerner também trabalhou como professor e preparador de várias orquestras e coros, cantores e maestros e foi um importante conselheiro com Plácido Domingo, Joshua Bell e Yo-Yo Ma para El Sistema “La Esperanza Azteca” no México, onde ensinou mais de 100 maestros. Antes de sua dedicação integral a regência, Lerner também cantou com várias companhias de ópera e orquestras nos EUA, no Brasil e na Europa e recebeu vários prêmios em diferentes competições de voz.

Alguns reconhecimentos e honras importantes recebidos pelo Maestro Linus Lerner são: a Medalha Ohtli (o maior prêmio do governo mexicano) por causa de seu trabalho para o desenvolvimento da ópera no México; a Medalha Djalma Marinho por seu trabalho com a OSRN no Brasil e a chave da cidade do prefeito de Tucson por seu trabalho na comunidade musical.

Lerner recebeu seu Doutorado em Música em Regência Orquestral da Universidade do Arizona, seu Mestrado em Música em Regência Orquestral da Universidade Estadual da Flórida, seu Mestrado em Música em Vocal Performance do Conservatório de Música da Universidade de Cincinnati e seu Bacharelado de Música em direção coral da Universidade Federal do Rio Grande do Sul no Brasil.
 

 

PROGRAMAS DA OSRN

Programa Temporada Oficial

O que é: Série de Concertos regulares oferecidos gratuitamente. A metodologia deste programa funciona com a seguinte dinâmica: a direção artística programa o conteúdo da temporada definindo artistas convidados: solistas e maestros e também o programa de cada Concerto. Cada concerto tem em média 1h30 de duração, são preparados com ensaios regulares na sede da OSRN, ensaio geral e apresentação.  Em cada concerto há participação de uma equipe especializada para garantir a qualidade das apresentações assim como os registros. Todos os concertos contam com transmissão ao vivo pela pagina oficial da OSRN no facebook. Todo o acervo gerado é disponibilizado nos canais oficiais da OSRN: site, facebook, instagram e you tube. Atualmente a temporada oficial acontece no Teatro Riachuelo Natal. A distribuição de ingressos é gratuita via internet ou presencialmente. Saiba como garantir seu ingresso clicando aqui.

Próxima apresentação:

20, 21 e 22 /12/2019 - 20h - Arena das Dunas

Programa Masterclass

O que é: Masterclass é uma expressão inglesa incorporada ao português que se refere a uma aula dada por um especialista detentor de notório saber. No projeto Movimento Sinfônico cada solista e maestro convidado oferece como contrapartida social uma Masterclass gratuita, com duração mínima de 3horas para os músicos da OSRN, seus estagiários e a comunidade musical do RN, em particular alunos de projetos sociais que trabalham com educação musical. Mantemos uma parceria junto a projetos em Natal – RN como Atitude e Cooperação em Felipe Camarão, Ilha da Música na Redinha, Escola de Música do Centro Sócio pastoral Nossa Senhora da Conceição, na comunidade de Mãe Luiza. A metodologia: definição do calendário, agendamento junto a sede e ao projeto social, inscrições, realização, registro e catalogação para o acervo.  A cada temporada são realizadas no mínimo 06 master classes. Para participar envie sua solicitação para orquestrasinfonicadorn@gmail.com.

 

Programa Concertos Didáticos

O que é: Os Concertos Didáticos são apresentações gratuitas dedicadas a estudantes do ensino fundamental e médio e instituições sociais. São feitas sob medida para que crianças e adolescentes deem seus primeiros passos na música orquestral. No Concerto além da apreciação musical como um processo de formação de plateia as crianças são apresentadas ao equipamento cultural, suas dependências setores e finalidades e também são apresentadas aos naipes e famílias de instrumentos que compõem a OSRN. Um aluno ou aluna é voluntário convidado a reger a orquestra e com isso todos tem maior percepção da função do maestro regente. O repertório de cada concerto didático é escolhido sensivelmente pela direção artística a fim de oportunizar um encontro marcante deste público com a música, visto que para muitos, essa é a primeira experiência junto a uma orquestra sinfônica. A programação é definida em conjunto com as instituições gestoras da rede pública de ensino fundamental atendendo a faixa etária de 8 a 12 anos, e a participação é garantida pelo agendamento prévio entre o projeto e a escola. A participação dos Concertos Didáticos ocorre através de agendamento junto a produção. Envie sua solicitação para orquestrasinfonicadorn@gmail.com.

 

Programa Concertos Populares

O que é: O Concerto Popular tem como missão essencial chegar a públicos específicos, é uma acão onde a orquestra vai ao encontro das comunidades. Durante o concerto a OSRN reserva 5 minutos para compartilhar mais informações sobre sua atuação na cultura potiguar, convida a comunidade a participar dos outros programas da OSRN e integrantes da OSRN dão depoimentos de suas experiências como uma janela de alternativa para a vida profissional, visto que muitos deles são advindos de projetos sociais. Os Concertos Populares são realizados em equipamentos alternativos com sede nas comunidades do RN, podendo ser em zona urbana ou em zona rural. Para realizar um concerto popular é preciso agendar junto a direção da OSRN a data e adequações técnicas ao espaço. Ginásios, quadras e equipamentos multiuso se apresentam como alternativa viável. O repertório para estes concertos é definido pela direção artística a fim de alinhar o concerto a um momento especial ao público daquela comunidade. Para organizar um Concerto Popular em sua comunidade escreva para orquestrasinfonicadorn@gmail.com.

 

 

Programa Acesso Ampliado

Mesmo com acesso gratuito a todos o projeto prevê que alguns públicos necessitam de um atendimento diferenciado para acesso ao concerto e aos ensaios da OSRN. Para estes casos este programa foi criado. Essa ação é registrada nos canais de comunicação da OSRN como memória do projeto.

Acesso ao concerto oficial: agendamento de grupos de até 100 jovens. Além de jovens o projeto pode atender também públicos advindos de casas de saúde, grupos de idosos e públicos em situação de vulnerabilidade em geral.

Acesso ao ensaio: agendamento de grupos de até 25 jovens para assistir ao ensaio na sala da OSRN. Essa ação é dedicada prioritariamente a jovens de 12 a 16 anos, e grupos de até 100 pessoas para assistir ao ensaio geral.

Os agendamentos são feitos através do e-mail oficial da OSRN, orquestrasinfonicadorn@gmail.com e confirmados junto a produção do evento. 

 

CONTATO

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube